Recebemos uma carta do

 

Professor José Hermano

 

Saraiva

 

Toda a  gente no Mundo Português, através da televisão portuguesa  conhece o famoso professor José Hermano Saraiva. Um dos homens mais cultos de Portugal, é  sem dúvida o maior  comunicador através da televisão por meio dos seus documentários. É indiscutivelmente o maior e melhor defensor de Portugal usando a Cultura e a  História  do nosso país de origem. Um grande patriota, sempre a defender o Património   Português.  Muito sincero,  também quando é preciso dar uma porradinhas nos responsáveis,  o nosso Professor também não as  poupa!...

Bem bom, Senhor Professor. Oxalá continue com muitos mais anos de vida e de  energia para bem de todos os portugueses no mundo.

 Aqui está a cópia da minha carta  que enviamos ao

Sr. Professor José Hermano Saraiva:

Daniel Amaral

182 Robinson Street

East Providence, Rhode Island 02914

U. S. A

 

7 de Maio de 2006

 

Exmo. Senhor

Professor José Hermano Saraiva

Rádio Televisão Portuguesa

Avenida Marechal Gomes da Costa, 37

1849-030 –Lisboa

Portugal

 

Caro Senhor Professor:

 

Sempre que tenho oportunidade vejo os seus programas sobre a História de Portugal.

 

Admiro  muito a sua maneira clara e objectiva de explicar as coisas, mas também o seu extraordinário patriotismo por tudo que é português. Parabéns! Muitos anos de vida!

 

Vi o seu programa sobre  a Batalha de São Mamede  e é bem certo que os portugueses trabalham mais com os pés do que com as mãos e a cabeça!...

 

Há tempos eu escrevi um poema sobre a Independência de Portugal, porque com tantos feriados que os portugueses celebram não temos nenhum que honre o nosso Primeiro  Rei de Portugal, Dom Afonso Henriques.

 

Muita gente diz que  depois da  Batalha de Ourique  o nosso futuro Rei viu nas nuvens  Cristo crucificado  e vai daí decidiu mudar a nossa primeira bandeira para ter as cinco chagas de Cristo… Mas Moisés também viu Deus  que lhe deu os Dez Mandamentos e Maomé também viu Deus na Montanha que lhe deu a informação para criar uma nova religião…

 

Bom, o princípio da Nação Portuguesa teve que começar algures e por alguém. Foi inspirado neste facto, lenda ou não lenda, que eu escrevi um  poema, o qual  de bom gosto envio ao Senhor Professor. É pena que não haja um feriado nacional  a honrar o nosso Primeiro Rei de Portugal

 

Termino muito grato pela sua atenção, com votos de boa saúde e com os meus melhores  cumprimentos.

 

Respeitosamente,

 

                           

Daniel Amaral

 

Please see my website:   www.perolasacorianas.com

 

*********************************

 

O meu poema sobre o Dia da Independência de Portugal enviado ao Professor José Hermano Saraiva

 

Dia da Independência de Portugal

Po r   Daniel  Amaral

Em Portugal os seus  feriados

São  todos bem festejados

Pela sua bela existência!...

Sentiríamos mais orgulho

Se o dia vinte e cinco de Julho

Fosse Feriado da Independência.

 

É  preciso que  alguém dignifique

Que foi na Batalha de Ourique

Que Portugal nasceu como Nação!..

Nove séculos, precisa que se diga.

Nossa Pátria é a segunda mais antiga

A primeira foi sem dúvida o Japão.

 

Quase nove séculos de glória

D. Afonso Henriques fez História

Deixou-nos uma bela tradição!...

 Precisamos que alguém pense

Que foi no Condado Portucalense

Que nasceu nossa linda Nação

 

Herói que muitas batalhas ganhou

Aquele que cinco reis desbaratou

E  nós  não  podemos ver isto?

Há  uma lenda que está escrita

E que todo o cristão acredita

Que D. Afonso falou com Cristo.

 

Nós, nossos filhos e nossos netos

Como também nossos bisnetos

Sentiriam verdadeiro afago!..

 Se houvesse um feriado nacional

P’ra a Independência de Portugal

Na Victória do Dia de Santiago.

 

Nos nove séculos quase existentes

Houve tantos Reis e Presidentes

E Ministros com inteligência!...

Novecentos anos a governar

Nenhum deles pensou decretar

Um feriado p'ra  Independência

 

D. Afonso Henriques, Conquistador

Foi Conde, foi Rei e Fundador

Aquele que criou nosso Portugal..

 Homem de grande valentia

Herói que muito bem merecia

Ter este Feriado Nacional.

 

**********************************************

 

Carta do Professor José Hermano Saraiva:

 

Exm°.  Senhor  Daniel Amaral

182 Robinson Street East Providence

 Rhode Island 02914

 U.S.A

 

Lisboa, 19 de Junho de 2006

 

Meu Prezado Amigo:

O destino tem enredos singulares. A carta que me escreveu no dia 7.05.2006 só foi recebida e lida por mim hoje, dia 10 de Junho, Dia de Portugal.

 

E recebi-a num lugar emocionante: no Hotel dos Templários em Tomar. Como sabe, foram os Cavaleiros Templários que ajudaram D. Afonso Henriques nas suas batalhas contra os mouros, e em especial na Batalha de Ourique, de que me fala.

 

Isso tomou possível que eu lesse em voz alta o seu poema sobre a Batalha de Ourique, a todos os amigos que estavam junto de mim nesta colina sagrada em que se ergue o Castelo dos Templários em Tomar.

 

Apreciei muito os seus versos, mas permito-me discordar da sua proposta. Já temos feriados a mais. Hoje em Portugal só há sábados, domingos, feriados, vésperas de feriados, pontes entre feriados, e não é com feriados que as nações se constroem e aguentam. Note que até ao 1° de Maio, Dia do Trabalho serve de pretexto para não trabalhar.

 

Estou a dizer-Ihe isto a si, que me escreve de Providence, USA que significa que é um emigrante e portanto um trabalhador. Por isso mesmo faz parte dos Portugueses que fizeram do pequeno Portugal uma grande presença no Mundo, porque os Portugueses foram todos emigrantes, isto é, homens corajosos que saíram do estreito palmo da sua terra para ir trabalhar na terra alheia.

 

É  por isso que neste Dia 10 de Junho Ihe manda um abraço fraterno o,

 

(a)               José Hermano Saraiva

 

 

Minha resposta ao Professor José Hermano Saraiva

 

Homenagem ao Professor José Hermano Saraiva,  

o melhor Comunicador da História de Portugal

Por Daniel Amaral

 

José Hermano Saraiva, Professor

É  o mais famoso Comunicador

Que  eu  tenho  respeito profundo !...

É  uma distinta e nobre Figura

Que explica a História e a Cultura

A todos os Portugueses no Mundo.

 

Com seus programas da Televisão

Ensina o povo da nossa Nação

A relembrar toda a nossa glória!...

Sua inteligência é um tesouro

Que ficará em letras de ouro

Gravados na nossa História.

 

Se eu tivesse poder Divino

Ou controlasse todo o destino

E o caminho da Felicidade!...

Toda a pessoa inteligente

Ficava no Mundo eternamente

P'ra  exemplar a Humanidade.